Convites de casamento fora da caixa

Design Gráfico

November 29, 2018

Como designers gráficas que somos, estamos sempre a suspirar por fazer peças com uma abordagem fresca e nova. Um dos passos mais importantes no processo de planeamento do casamento é fazer os convites. Esta fase demarca o início do concretizar da visão do casamento e, é a primeira impressão que os vossos convidados vão ter do evento. Para tal, o casal já terá construído um moodboard e conceito para a construção do styling do casamento. Nós adoramos fazer moodboards, porque nos permitem sonhar e explorar novas ideias, cores, texturas, materiais e abordagens não tão convencionais, que podem marcar a diferença e propiciar uma atmosfera única para o casamento. Portanto o pretendido é sempre ter convites que reflitam o estilo do vosso evento, mas numa abordagem gráfica.

Aqui ficam algumas dicas para terem convites de casamento bonitos e diferentes:

1. Procurem inspiração em locais que não são óbvios. Não sigam as “tendências” dos casamentos dos vossos amigos. Pensem acerca da vossa personalidade e criem inputs para o casamento. Às vezes uma cor, uma fonte, ou um detalhe (como um papel) é tudo o que precisam para se dar início ao desenho dos convites. Pensem fora da caixa e sejam arrojados!

2. Não precisam de usar cada detalhe do vosso casamento nos vossos convites. Deixem-no respirar e sejam inteligentes, o vosso convite de casamento deve ser um complemento do evento (e não uma representação de todos os detalhes num pequeno pedaço de papel). Se não, será demasiado. Os materiais gráficos devem ser um complemento à decoração.

3. A não ser que estejam à procura de fazer algo muito completo e gráfico, não gastem grande parte do vosso orçamento em acabamentos especiais muito complexos, com ‘mil ilustrações’, detalhes e cores. Menos é mais e, o se o vosso orçamento é apertado, usem-no da melhor forma possível. Às vezes apenas um cartão com um detalhes bonitos em foil e um envelope é tudo o que precisam. Os casais tendem a gastar mais no início e, esquecem-se de poupar para detalhes ao longo do planeamento. Imprimir pode ser um grande investimento, por isso sejam inteligentes na forma como distribuem o vosso budget.

4. Estejam atentos ao mercado. Se contratarem um profissional para fazer os vossos convites, façam questão de trabalhar mesmo com designers gráficos. Pessoas que não exercem a profissão com experiência, sensibilidade ao detalhe, acabamentos e cultura visual, tendem a não ser tão capazes de criar algo único e fora da caixa, como fornecedores que têm o ‘know how’ e portfólio.

5. Confiem no fornecedor que contratarem. A vossa visão do que pretendem torna-se tão viciada por coisas que viram antes, que se colocarem muita pressão e expectativas no resultado final, nunca vão estar satisfeitos. Por normal, quantas mais revisões fazem ao trabalho, mais distorcidos e incompatíveis com o estilo do casamento eles ficam. Não se esqueçam que as propostas são sempre feitas tendo em conta os vossos gostos e o conceito do evento. Tenham a mente aberta a ideias diferentes!

6. Por último, sejam irreverentes! Os vossos convites não têm de ser uma fotocópia do vosso casamento. Eles podem ter uma ‘vibe’ mais ‘corporate’ e menos romântica. Podem até chocar por uma cor ou um ‘layout’ diferente, ter um padrão geométrico único ou apenas ser simples e minimal, sendo valorizado pela qualidade dos materiais usados (como um bonito papel de algodão). Mesmo para os mais românticos, podem representar esse aspecto apenas com a cor de um papel, com a forma como fecham os convites ou apenas pelo ‘copy’ que decidem incorporar. O mais importante é o equilíbrio entre tudo o que faz parte do casamento. Não pensem demasiado em todos os detalhes, sejam espontâneos!

Deixamo-vos aqui algumas inspirações de convites de casamento que adoramos. Esperamos que gostem!

Header Image by Maria Imaginária

Image 1 | Image 2 | Image 3 | Image 4 | Image 5 | Image 6